O Dia do Amor

Fevereiro 11, 2021

O Dia do Amor

Em tempos difíceis como estes que estamos a atravessar, demos uma de sentimentais e resolvemos variar o assunto deste blog, fazendo uma reflexão sobre o amor, já que o Dia de S. Valentim, ou Dia dos Namorados, se aproxima e corações e cupidos estão espalhados por todo lado. Afinal quem não gosta de falar sobre o amor? Será talvez o assunto mais abordado desde sempre e podemos vê-lo na literatura, na música, em todo o tipo de arte e ainda nas notícias do dia a dia recheadas de contornos dramáticos.

Pois então o que é mesmo o amor? Esse amor Eros que mais dúvidas e reflexões suscita? Esse amor que “é fogo que arde sem se ver”, como já dizia Luís Vaz de Camões. Decerto que defini-lo reduz o seu significado, pelo simples facto de que o amor é algo tão grandioso que nem todas as palavras existentes no dicionário seriam suficientes para o descrever… talvez porque o amor não seja algo para ser explicado, mas sim vivenciado.

De qualquer maneira, antes de nos aventurarmos a dar uma definição do amor, lembramos que existem diferentes tipos de amor: o amor fraternal, filial, maternal e paternal. Depois ainda existe o amor sob outras formas, como o amor caridoso, o amor pelos animais, pela natureza e pela própria vida. Mas o Dia de S. Valentim é para celebrar o tal amor Eros e é desse que nos apraz falar.

Na verdade, é tão simples, e no entanto, tão complexo… por isso talvez seja mais fácil começar por dizer o que o amor não é. O amor não é poder. Onde há amor, ninguém manda, ninguém obedece. Não há autoridade nem há submissão. Não há medo nem insegurança nem dúvida. Não há cobranças nem exigências. Não há falta de respeito nem sarcasmo. Não há possessão nem obsessão.

Na realidade parece que não somos ensinados a amar, mas sim a formalizar relacionamentos. Seguimos muitas vezes as pisadas de casais, que por sua vez já seguiram o exemplo de outros, cujos relacionamentos infelizes são vistos como quase normais e onde tudo se aceita. Chegamos mesmo a questionar porque será que certas pessoas se mantêm eternamente juntas. Será por masoquismo, sadismo ou porque acham que o sacrifício é uma forma de amor?

Atrever-nos-íamos a dizer, que há casais que até têm uma espécie de ódio íntimo de estimação. Outros vão-se tolerando. Outros pensam que mais vale aquele/a companheiro/a do que nenhum/a. Outros aturam-se mutuamente por causa dos filhos. Outros por uma questão social, outros por questões financeiras e outros ainda, por falta de coragem de se separarem. Depois existem aqueles que são indiferentes um ao outro e ainda aqueles que adquirem uma espécie de livro emocional do Deve e do Haver, onde tudo o que o outro faz e diz é religiosamente registado… com a particularidade do outro ter o saldo sempre negativo, claro.

Há quem diga que quem ama sofre. Será? Afinal, é o amor que faz sofrer ou a falta dele? Ou sofre-se porque se permite estar num relacionamento onde o desrespeito é uma constante e se confunde tudo isso com amor? Será que só conseguimos amar de forma genuína se nos amarmos em primeiro lugar? Não diríamos de uma forma narcisista, mas amar o nosso ser, a nossa essência.

Voltando então à questão inicial. O que é o amor? Talvez o amor possa ser equiparado a uma arte. E como toda a arte, deve ser tratada com gentileza e delicadeza. O amor é leveza, tranquilidade e empatia. Simples assim. No entanto, talvez um pouco raro. O amor acrescenta algo de positivo na vida daqueles que se amam. O amor leva a um cuidar e regar mútuo. Tudo surge de forma natural e espontânea. Há um querer que o outro se sinta bem e seja feliz. Onde há amor, há equidade. Há partilha e um querer crescer juntos. O amor é alegre e divertido.

Posto esta pequena reflexão e para terminar esta nossa incrível tentativa  (e provavelmente falhada) de definir o amor, diríamos que, no final de contas, o amor é um privilégio e que bom é desfrutar dele ao longo da vida e que bom é celebrá-lo a cada Dia de S. Valentim.

#diadosnamorados #diadesaovalentim #amor #eros ilhadamadeira #mavipp



  • Qualidade vs Preço
    Qualidade vs Preço

    O preço é importante: Oferecemos a melhor combinação custo benefício.

  • Apoio ao Cliente
    Apoio ao Cliente

    Os nossos empregados são os melhores: Temos sempre alguém para esclarecer as suas dúvidas.

  • Garantia de Satisfação
    Garantia de Satisfação

    Garantimos a qualidade do nosso produto, assim como o melhor aconselhamento aumentando a satisfação dos nossos clientes.

  • Compra Simplificada
    Compra Simplificada

    Facilitamos as encomendas por telefone, whatsapp, email ou loja-online.

  • Multibanco
    Multibanco

    Efetue os seus pagamentos por multibanco.

© 2022 Mavipp - O Fornecedor de Papel, Plástico e Químicos de Machico - Todos os Direitos Reservados
desenvolvido por nível criativo