Carnaval - Quando Ninguém Leva a Mal

Fevereiro 18, 2021

Carnaval - Quando Ninguém Leva a Mal

Parece que não há consenso quanto à origem da palavra Carnaval, mas o latim, diz-nos que Carnaval vem de carnelevamen e quer dizer “adeus, carne”. Há também quem diga que carnelevamen significa “prazer da carne”, querendo com isto dizer que Carnaval é um período de muitas festas e de muita folia. Festas essas, que ocorrem entre os Reis e a Quaresma e a palavra de ordem é: divertimento!

Em Portugal usava-se mais o termo Entrudo do que Carnaval. Entrudo deriva do latim Introitus, que significa entrada ou acesso, que neste caso, indicaria a entrada na Quaresma. A Quaresma foi imposta pela Igreja Católica, como o período de quarenta dias de preparação para a Páscoa. Esta preparação requeria sacrifícios dos fiéis, como o jejum e a abstinência da carne que, note-se, não era só em relação a comer carne, mas também abster-se do “pecado da carne”. Por isso, nada de comer carne e nada de contactos de cariz sexual durante quarenta dias. No último dia útil antes de começar a Quaresma era a terça feira do Entrudo ou do Carnaval, portanto, dia dos católicos se despedirem da carne, aproveitando para comer e beber muito e desfrutar dos prazeres da carne.

Quanto à origem dos festejos do Carnaval, também não se sabe exatamente quando surgiu, mas em Portugal, nos meados do século XVI já havia o hábito de se pregarem partidas. Essas partidas eram muito desagradáveis e inconvenientes, pois as pessoas “menos importantes” atiravam ovos podres e todo tipo de sujeira às pessoas “mais importantes” da época. Este costume era tão de mau gosto que acabou por se proibir estes atos exagerados.

Na Madeira, este tipo de brincadeiras tornou-se uma espécie de batalha entre as pessoas e esteve presente até meados do século passado. Acabou por desaparecer naturalmente, dando lugar a outro tipo de brincadeiras mais amigáveis. Os madeirenses organizavam-se em grupos e com os seus disfarces “assaltavam” as casas dos amigos para comerem as iguarias, divertindo-se pela noite dentro.

O Carnaval é festejado em muitos países, sendo que cada país acaba por criar a sua própria identidade e originalidade nos festejos. Em Portugal, destacam-se algumas cidades onde o carnaval é festejado com muita folia:

  • Alcobaça
  • Estarreja
  • Funchal
  • Loulé
  • Ovar
  • Sesimbra
  • Sines
  • Torres Vedras

 

Estas regiões têm grande influência brasileira quanto à música e à dinâmica, mas existem outras regiões cuja originalidade é única, como é o caso do Carnaval em Podence, uma freguesia do concelho de Macedo de Cavaleiros. Em Podence, um grupo de rapazes, conhecidos pelos Caretos, sai à rua mascarados, com trajes coloridos e campainhas e chocalhos presos à cintura, saltando e gritando com o objetivo de encontrar raparigas para dançar e para as chocalhar.



 

Diz-se por aí que o Carnaval são 3 dias, mas não é o que se passa na Ilha da Madeira, que prolonga os festejos por vários dias. Por cá, a diversão tem várias festas:

Festa dos Compadres

Decorre em Santana e começa duas semanas antes do Carnaval. No centro da cidade penduram-se vários bonecos feitos à imagem de figuras políticas ou de pessoas locais. Aos bonecos juntam-se quadras que satirizam pessoas ou acontecimentos políticos e sociais que, de alguma forma, se destacaram no último ano. As duas quintas-feiras que antecedem o carnaval são conhecidas como a Quinta-feira das Comadres e a Quinta-feira dos Compadres, uma espécie de guerra dos sexos muito divertida entre homens e mulheres.

Carnaval Infantil

As crianças não são esquecidas e por isso também elas têm o seu dia de festejo, juntando-se todas num cortejo de cor e magia, cujos disfarces encantam os miúdos e os graúdos, Na sexta-feira de Carnaval, as diversas escolas e creches da Ilha participam com os seus alunos e professores no cortejo que começa no Largo da Sé e termina no palco colocado na Avenida Arriaga, no Funchal.

Cortejo Alegórico

Este cortejo assemelha-se ao que se passa no Brasil e é a grande atração da Ilha, levando muitos turistas e habitantes ao Funchal, para assistir ao desfile com vários carros alegóricos decorados pelas diferentes trupes. Não falta cor, brilho, música e dança. Todos os anos é apresentado um tema diferente, sendo exibido de forma original por cada grupo.

Cortejo Trapalhão

Já este cortejo pouco tem de glamour ou magia. O que importa mesmo, é o sentido de humor e a capacidade de improviso. À semelhança da Festa dos Compadres, pretende satirizar acontecimentos políticos e sociais e qualquer pessoa pode participar, desde que esteja disfarçado e tenha boa disposição. Decorre também no Funchal, e no final ainda são atribuídos prémios aos melhores disfarces.

E assim acontece o Carnaval na Madeira. Mesmo não tendo certezas quanto à sua origem, o importante é que este é um período para esquecer as agruras da vida e desfrutar a música, dançar e rir das coisas sérias. Mesmo sem Carnaval este ano, que possamos encontrar motivos para rirmos e nos divertirmos, embora de forma recatada, para que em breve possamos nos reunir novamente nesta grande festa.

 

#carnaval #entrudo #quaresma #cortejo #cortejoalegorico #cortejotrapalhao #folia #samba #carnavalinfantil #malassadas #sonhos ilhadamadeira #funchal #mavipp

 



  • Qualidade vs Preço
    Qualidade vs Preço

    O preço é importante: Oferecemos a melhor combinação custo benefício.

  • Apoio ao Cliente
    Apoio ao Cliente

    Os nossos empregados são os melhores: Temos sempre alguém para esclarecer as suas dúvidas.

  • Garantia de Satisfação
    Garantia de Satisfação

    Garantimos a qualidade do nosso produto, assim como o melhor aconselhamento aumentando a satisfação dos nossos clientes.

  • Compra Simplificada
    Compra Simplificada

    Facilitamos as encomendas por telefone, whatsapp, email ou loja-online.

  • Multibanco
    Multibanco

    Efetue os seus pagamentos por multibanco.

© 2022 Mavipp - O Fornecedor de Papel, Plástico e Químicos de Machico - Todos os Direitos Reservados
desenvolvido por nível criativo